visitas em familia

VISITAS EM FAMÍLIA – O CASTELO, A ALCÁÇOVA E A CONQUISTA DA CIDADE

Descobrir o castelo e a alcáçova medieval e a sua relação com a cidade propriamente dita, numa abordagem das estruturas defensivas da cidade medieva do século XI-XII, assim como dos aspetos sociais, religiosos e económicos da época, tendo por base o cenário encontrado pelo contingente militar cristão liderado por Afonso Henriques que, após um longo cerco de aproximadamente quatro meses, entra na cidade em 25 de Outubro de 1147, hasteando o estandarte da cristandade.

VISITAS EM FAMÍLIA – O CASTELO, A ALCÁÇOVA E A CONQUISTA DA CIDADE
25 FEV | 27 MAI | 26 AGO | 25 NOV
11H | M/6 | 3,5 €
INSCRIÇÃO PRÉVIA | info@castelodesaojorge.pt | +351 218 800 620
SERVIÇO EDUCATIVO CASTELO DE S. JORGE

site specific com lisboa aos pes (800x600)

SITE SPECIFIC | FINALMENTE O CÉU

“Finalmente o Céu” (em latim, Caelum Denique) é um grito de guerra, ou grito de armas, usado pelas cruzadas durante as guerras santas. Um grito de incentivo à ação, à força, à proteção do guerreiro e à coragem.
A importância de São Jorge é enorme entre os Portugueses mas também em vários países do mundo. Simboliza nos dias de hoje a arte da vitória e da devoção, mas também o espírito de bravura e a força para se vencer os próprios medos. Apesar das nossas lutas é o equilíbrio que importa.
Como afirma Leonardo Boff, “Existem dois lados do ser humano: o de Dragão e o de São Jorge. Isso é assim porque a nossa vida é sempre feita de luz e de sombras, do dia-bólico (aquilo que separa) e do sim-bólico (aquilo que une).” São Jorge é o que nos mostra como, nessa luta, podemos ser guerreiros e vencedores. Ele enfrentou o dragão: dá rosto à força do eu, da própria identidade, garantindo a vitória.

SITE SPECIFIC | FINALMENTE O CÉU
dança
Residência | 17, 18, 23, 24, 25, 30 e 31 MAIO e 1 JUNHO (das 14.00 às 17.00)
Espetáculos | 7, 8, 14, 15, 21 e 22 JUNHO | 19.00
todas as idades | bilhete Castelo de S. Jorge

Coreografia AMÉLIA BENTES
Interpretação ALUNOS FINALISTAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM DANÇA
Figurinos CATARINA MORLA
Fotografias JOAQUIM LEAL
Parceria entre a ESD – Escola Superior de Dança, Instituto Politécnico de Lisboa e a EGEAC/Castelo de S. Jorge

site specific com lisboa aos pes (800x600)

SITE SPECIFIC | FINALMENTE O CÉU

“Finalmente o Céu” (em latim, Caelum Denique) é um grito de guerra, ou grito de armas, usado pelas cruzadas durante as guerras santas. Um grito de incentivo à ação, à força, à proteção do guerreiro e à coragem.
A importância de São Jorge é enorme entre os Portugueses mas também em vários países do mundo. Simboliza nos dias de hoje a arte da vitória e da devoção, mas também o espírito de bravura e a força para se vencer os próprios medos. Apesar das nossas lutas é o equilíbrio que importa.
Como afirma Leonardo Boff, “Existem dois lados do ser humano: o de Dragão e o de São Jorge. Isso é assim porque a nossa vida é sempre feita de luz e de sombras, do dia-bólico (aquilo que separa) e do sim-bólico (aquilo que une).” São Jorge é o que nos mostra como, nessa luta, podemos ser guerreiros e vencedores. Ele enfrentou o dragão: dá rosto à força do eu, da própria identidade, garantindo a vitória.

SITE SPECIFIC | FINALMENTE O CÉU
dança
Residência | 17, 18, 23, 24, 25, 30 e 31 MAIO e 1 JUNHO (das 14.00 às 17.00)
Espetáculos | 7, 8, 14, 15, 21 e 22 JUNHO | 19.00
todas as idades | bilhete Castelo de S. Jorge

Coreografia AMÉLIA BENTES
Interpretação ALUNOS FINALISTAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM DANÇA
Figurinos CATARINA MORLA
Fotografias JOAQUIM LEAL
Parceria entre a ESD – Escola Superior de Dança, Instituto Politécnico de Lisboa e a EGEAC/Castelo de S. Jorge

site specific com lisboa aos pes (800x600)

SITE SPECIFIC | FINALMENTE O CÉU

“Finalmente o Céu” (em latim, Caelum Denique) é um grito de guerra, ou grito de armas, usado pelas cruzadas durante as guerras santas. Um grito de incentivo à ação, à força, à proteção do guerreiro e à coragem.
A importância de São Jorge é enorme entre os Portugueses mas também em vários países do mundo. Simboliza nos dias de hoje a arte da vitória e da devoção, mas também o espírito de bravura e a força para se vencer os próprios medos. Apesar das nossas lutas é o equilíbrio que importa.
Como afirma Leonardo Boff, “Existem dois lados do ser humano: o de Dragão e o de São Jorge. Isso é assim porque a nossa vida é sempre feita de luz e de sombras, do dia-bólico (aquilo que separa) e do sim-bólico (aquilo que une).” São Jorge é o que nos mostra como, nessa luta, podemos ser guerreiros e vencedores. Ele enfrentou o dragão: dá rosto à força do eu, da própria identidade, garantindo a vitória.

SITE SPECIFIC | FINALMENTE O CÉU
dança
Residência | 17, 18, 23, 24, 25, 30 e 31 MAIO e 1 JUNHO (das 14.00 às 17.00)
Espetáculos | 7, 8, 14, 15, 21 e 22 JUNHO | 19.00
todas as idades | bilhete Castelo de S. Jorge

Coreografia AMÉLIA BENTES
Interpretação ALUNOS FINALISTAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM DANÇA
Figurinos CATARINA MORLA
Fotografias JOAQUIM LEAL
Parceria entre a ESD – Escola Superior de Dança, Instituto Politécnico de Lisboa e a EGEAC/Castelo de S. Jorge

dia nacional dos castelos (640x427)

(Português) SÁBADOS NO CASTELO | DIÁLOGOS MUSICAIS NO CASTELO – EDUARDO PANIAGUA / CESAR CARAZO

(Português) Uma visão geral da música medieval tem de ter em conta a Península Ibérica e o Al-Andalus. Este programa, onde a viola de arco é protagonista, relaciona as canções cortesãs árabe-andalusas e as cantigas líricas cantadas em galaico-português, ilustrando de forma exemplar a simbiose cultural da época, particularmente percetível na Península Ibérica, fruto da mistura das culturas árabe, judaica e cristã. Um programa composto por músicas palacianas e canções medievais de mística, amor e guerra que explora e cruza as raízes da música europeia: o cancioneiro de Afonso X, O Sábio (1221-1284), a música andalusina e o canto sefardita.

2 JUNHO | EDUARDO PANIAGUA / CESAR CARAZO
DO AL ANDALUS À ANDALUSIA MEDIEVAL
Muçulmanos, Cristãos e Judeus na Lisboa Medieval do Séc. XII.

A música a suscitar a imaginação, em ambiente acústico e recatado, como complemento da arquitetura e da paisagem que envolve este lugar excecional. Ao longo de quatro Sábados, propõe-se ao visitante uma viagem a vários tempos, através de um diálogo subtil entre os instrumentos e sonoridades das diferentes épocas e os diversos momentos marcantes da sua história.

SÁBADOS NO CASTELO | DIÁLOGOS MUSICAIS NO CASTELO
música
26 MAIO | 2, 9 e 16 JUNHO | 19.00
todas as idades | bilhete Castelo de S. Jorge
TRANSIBERIA PRODUCTIONS

morcegos BX

FORA DE HORAS | MORCEGOS NO CASTELO

Na companhia de um biólogo propõe-se um passeio noturno pelo Castelo de S. Jorge de descoberta, observação e identificação de várias espécies de morcegos que aqui habitam, como o morcego-rabudo, o morcego-anão, o morcego-de-água ou o morcego-hortelão, com a ajuda de um detetor de ultrassons, e compreender a importância extraordinária que os morcegos desempenham no funcionamento dos ecossistemas, desmistificando mitos e lendas que ainda hoje os envolvem numa aura de mistério.

FORA DE HORAS | MORCEGOS NO CASTELO
JUN, JUL, AGO e SET | SÁBADOS
20.30 | M/5 | Bilhete Normal 10 € | Bilhete Família (4 pessoas incluindo no mínimo 1 criança) 20 € | Bilhete Grupo (para mais de 15 pessoas) 5 € por pessoa
INSCRIÇÃO PRÉVIA | info@castelodesaojorge.pt | +351 218 800 620
BIOTA

DSCF9066

JOGOS EM FAMÍLIA

Os Arautos da Brincadeira, D. Berengário e D. Segismundo, só descansam quando todos participarem nas brincadeiras e jogos de outros tempos que prepararam: o quebra-bilhas, a vara-cega, a torre do tesouro, entre outras brincadeiras e surpresas.

site specific com lisboa aos pes (800x600)

SITE SPECIFIC | FINALMENTE O CÉU

“Finalmente o Céu” (em latim, Caelum Denique) é um grito de guerra, ou grito de armas, usado pelas cruzadas durante as guerras santas. Um grito de incentivo à ação, à força, à proteção do guerreiro e à coragem.
A importância de São Jorge é enorme entre os Portugueses mas também em vários países do mundo. Simboliza nos dias de hoje a arte da vitória e da devoção, mas também o espírito de bravura e a força para se vencer os próprios medos. Apesar das nossas lutas é o equilíbrio que importa.
Como afirma Leonardo Boff, “Existem dois lados do ser humano: o de Dragão e o de São Jorge. Isso é assim porque a nossa vida é sempre feita de luz e de sombras, do dia-bólico (aquilo que separa) e do sim-bólico (aquilo que une).” São Jorge é o que nos mostra como, nessa luta, podemos ser guerreiros e vencedores. Ele enfrentou o dragão: dá rosto à força do eu, da própria identidade, garantindo a vitória.

SITE SPECIFIC | FINALMENTE O CÉU
dança
Espetáculos | 7, 8, 14, 15, 21 e 22 JUNHO | 19.00
todas as idades | bilhete Castelo de S. Jorge

Coreografia AMÉLIA BENTES
Interpretação ALUNOS FINALISTAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM DANÇA
Figurinos CATARINA MORLA
Fotografias JOAQUIM LEAL
Parceria entre a ESD – Escola Superior de Dança, Instituto Politécnico de Lisboa e a EGEAC/Castelo de S. Jorge

site specific com lisboa aos pes (800x600)

SITE SPECIFIC | FINALMENTE O CÉU

“Finalmente o Céu” (em latim, Caelum Denique) é um grito de guerra, ou grito de armas, usado pelas cruzadas durante as guerras santas. Um grito de incentivo à ação, à força, à proteção do guerreiro e à coragem.
A importância de São Jorge é enorme entre os Portugueses mas também em vários países do mundo. Simboliza nos dias de hoje a arte da vitória e da devoção, mas também o espírito de bravura e a força para se vencer os próprios medos. Apesar das nossas lutas é o equilíbrio que importa.
Como afirma Leonardo Boff, “Existem dois lados do ser humano: o de Dragão e o de São Jorge. Isso é assim porque a nossa vida é sempre feita de luz e de sombras, do dia-bólico (aquilo que separa) e do sim-bólico (aquilo que une).” São Jorge é o que nos mostra como, nessa luta, podemos ser guerreiros e vencedores. Ele enfrentou o dragão: dá rosto à força do eu, da própria identidade, garantindo a vitória.

SITE SPECIFIC | FINALMENTE O CÉU
dança
Espetáculos | 7, 8, 14, 15, 21 e 22 JUNHO | 19.00
todas as idades | bilhete Castelo de S. Jorge

Coreografia AMÉLIA BENTES
Interpretação ALUNOS FINALISTAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM DANÇA
Figurinos CATARINA MORLA
Fotografias JOAQUIM LEAL
Parceria entre a ESD – Escola Superior de Dança, Instituto Politécnico de Lisboa e a EGEAC/Castelo de S. Jorge

dia nacional dos castelos (640x427)

(Português) SÁBADOS NO CASTELO | DIÁLOGOS MUSICAIS NO CASTELO – EDUARDO PANIAGUA / CRISTIANE AZEM

(Português) As cantigas de amor e de amigo medievais e o seu diálogo com poemas escolhidos de Fernando Pessoa, incluindo 4 peças de dança, interpretadas pela bailarina brasileira de origem libanesa, Cristiane Azem, falante de português e mestre de danças antigas. Um diálogo entre a dança e vários instrumentos musicais, com particular destaque para o Saltério, mas também entre a antiguidade e a contemporaneidade e as várias artes, recriando de forma natural a atmosfera emocional expressiva e subtilmente sensual em que a poesia era disfrutada no Paço Real da Alcáçova.

9 JUNHO | EDUARDO PANIAGUA / CRISTIANE AZEM
CANTIGAS DE AMOR E AMIGO
Música, poesia e dança da Ibéria Medieval com apontamentos contemporâneos.

A música a suscitar a imaginação, em ambiente acústico e recatado, como complemento da arquitetura e da paisagem que envolve este lugar excecional. Ao longo de quatro Sábados, propõe-se ao visitante uma viagem a vários tempos, através de um diálogo subtil entre os instrumentos e sonoridades das diferentes épocas e os diversos momentos marcantes da sua história.

SÁBADOS NO CASTELO | DIÁLOGOS MUSICAIS NO CASTELO
música
26 MAIO | 2, 9 e 16 JUNHO | 19.00
todas as idades | bilhete Castelo de S. Jorge
TRANSIBERIA PRODUCTIONS

1 2 3
..