DANÇAS COM HISTÓRIA – DANÇAS DO TEMPO DE D. JOÃO IV

Tempos difíceis estes da segunda metade do século XVII, em que das ruínas de um império usurpado se ergueu de novo um povo reclamando o que lhe pertencia. Depois da usurpação, a restauração. A grandeza fora já perdida, é certo, e com ela também as glórias de outrora. Ficava a honra, a dignidade, a persistência em preservar a independência.

As danças de uma época de decadência, em qua a corte e a nação resistiam à dominação forasteira. Por entre os sons dos instrumentos, escutavam-se ao longe marchas de guerra: os sons e as danças da Restauração da Independência (século XVII) e da reconquista do Brasil, em que, uma vez mais, a vitória pertenceria a quem outrora tivera a coragem de descobrir o mundo. Foi o tempo de Salvador Correia de Sá e de André de Albuquerque Ribafria…

As danças evocam a moda das Countrydances inglesas, em voga em toda a Europa, ao longo do século XVII mercê dos tratados de dança de J. Playford. Em Inglaterra o gosto pela música séria impõe-se graças à publicação de várias obras de teoria musical de John Playford. Mas, o que torna Playford famoso, são as edições de antigas country dances na sua obra mais conhecida – The English Dancing Master, cuja I.ª edição data de 1650. A partir de meados do século XVII a Countrydance torna-se conhecida em toda a Europa através de França com o nome de Contredanse.

DANÇAS COM HISTÓRIA – DANÇAS DO TEMPO DE D. JOÃO IV
19 MAR | 18 JUN | 17 SET | 17 DEZ
11H | M/5 | bilhete Castelo S. Jorge
ASSOCIAÇÃO DANÇAS COM HISTÓRIA

..