As construções míticas na História de Lisboa: fragmentos de literatura e arte. Com Amílcar Guerra

As construções míticas na História de Lisboa: fragmentos de literatura e arte
com Professor Doutor Amílcar Guerra

Esta conferência visará abordar alguns dos principais mitos associados à história da cidade de Lisboa. Para além de uma apresentação e análise historiográfica das narrativas correspondentes, apresentam-se alguns dos seus principais reflexos na literatura e na arte.

Parte-se do mito de Ulisses fundador de Olisipo / Lisboa, o mais antigo de todos, uma vez que remonta à literatura latina, analisando-se, complementarmente, as origens do nome de Lisboa e as primeiras ocupações da cidade.

Expõe-se, depois, a notícia de Plínio-o-Velho sobre o avistamento no território de Olisipo de Tritões e Nereides e o impacto que teve na vida da cidade romana.

Segue-se a narrativa de inspiração bíblica que atribui a Elisa as mais remotas origens de Lisboa, a qual se encontra amplamente explanada na Monarquia Lusitana de Frei Bernardo de Brito.

Trata-se, seguidamente, do processo de construção do mito associado a Martim Moniz, e à conquista de Lisboa, desde as informações da Carta a Osberno às esculturas da estação de Metro.
Termina-se com uma abordagem do mito das 7 colinas, uma construção do Renascimento, que deixou um extenso rasto na literatura e na arte.

Fala-me do rio, do castelo, de tudo. Ciclo de conferências
19 de novembro
17.00 | M/12
Local: Museu do Fado
Entrada livre mediante inscrição, com levantamento de bilhete nos locais das conferências, sujeita à lotação do espaço: 30 lugares.
Inscrições em info@castelodesaojorge.pt | +351 218 800 620

..