No tempo de D. Manuel I – o Paço da Alcáçova e o teatro de Gil Vicente

No tempo de D. Manuel I – o Paço da Alcáçova e o teatro de Gil Vicente

No ano em que se assinalam os cinco séculos da morte do rei D. Manuel I, o Castelo de São Jorge convida-nos a conhecer o palco das primeiras encenações dramáticas do Portugal quinhentista. Foi no Paço Real da Alcáçova que, em julho de 1502, perante o rei D. Manuel, a rainha D. Maria de Castela, a rainha velha D. Leonor e demais pessoas da corte, Gil Vicente compôs e representou o Auto da Visitação (mais conhecido como o “Monólogo do Vaqueiro”) para comemorar o nascimento do futuro D. João III. O palácio, lugar de nascimento de reis e infantes, foi também o local onde Gil Vicente representou os seus primeiros quatro autos – além do já citado Auto da Visitação, o Auto Pastoril Castelhano, o Auto dos Reis Magos e o Auto dos Quatro Tempos. Com estas representações, a velha residência dos reis em Lisboa ficou para sempre associada aos primórdios da dramaturgia moderna em Portugal.

13 de dezembro – segunda – 500 anos da morte de D. Manuel I
16h, M/12 anos, PT
3,5 euros (mediante marcação prévia)
Duração aproximada de 1h
servicoeducativo@castelodesaojorge.pt | +351 218 800 620
com André Leitão (Serviço Educativo) e Raquel Guerreiro (Serviço Educativo)

..