Ui, dói-me um dente… Vou ao barbeiro!

Um prato é mesmo um prato? O barbeiro tinha um prato? Seria o prato do almoço ou o prato do gato do barbeiro? Actividade que parte da exploração de uma peça existente no Núcleo Museológico do Castelo. Vamos centrar-nos na higiene a bordo dos barcos que iam de Lisboa para a Índia nos séculos 16, 17 e 18 estabelecendo pontes divertidas com as práticas de higiene de hoje em dia. Promover o interesse pela descoberta questionando o significado dos objectos, explorar as representações de barcos que existem no Castelo e valorizar as práticas de cuidado pessoal essenciais à saúde.

com Teresa Ramos Costa (Investigação e Mediação Cultural, Castelo de S. Jorge) e Cristóvão Fonseca (Museu de Lisboa – Teatro Romano)

Há vida no Castelo
Ui, dói-me um dente… Vou ao barbeiro
12 setembro
15.00 | duração 1h30 | 3,5€ | M/6 | máx. 9 participantes
famílias com crianças entre os 6 e os 10 anos
inscrição prévia | info@castelodesaojorge.pt | +351 218 800 620
espaço exterior e interior

CONDIÇÕES DE ACESSO
- Horário de funcionamento das 10.00 às 20.00;
- Entrada livre para residentes no Concelho de Lisboa e crianças até aos 12 anos;
- Visitas com lotação máxima de 10 pessoas;
- Lotação controlada, tanto no exterior como no interior;
- Sinalização de segurança/distanciamento no acesso e nas bilheteiras;
- No caso de famílias, casais e grupos, apenas um dos elementos entra na bilheteira para aquisição dos ingressos;
- Incentivo do pagamento on-line e em cartão;
- Disponibilização de álcool gel em diversos pontos do monumento;
- Sinalética relembrando as medidas necessárias para uma visita em segurança;
- Uso obrigatório de máscara e distanciamento social de 2m;
- O circuito de visita no Núcleo Museológico e no Castelejo está assinalado.

..