EXPOSIÇÃO PERMANENTE

Blhéc, outra vez peixe! Oficina sobre alimentação romana

“A Maria amuava sempre aos domingos, à mesma hora e no mesmo sítio. A causa da má disposição da Maria era o almoço, ou melhor, o peixe cozido.”
Margarida Botelho, “Os lugares de Maria”

A Maria detesta peixe e não tem a vida fácil aos domingos. Mas, e se a Maria tivesse nascido no tempo dos romanos, grandes apreciadores de uma pasta de peixe feita de atum, cavala ou sardinha, o garum?
Vamos explorar a alimentação através dos achados arqueológicos e levar-te a construir o teu menu ideal.

Blhéc, outra vez peixe! Oficina sobre alimentação romana
Visita Oficina
Oficina para toda a família
Domingo, 5 de setembro
15h00
M/6
Máximo 10 participantes
3,5 mediante marcação prévia
serviçoeducativo@castelodesaojorge.pt | +351 218 800 620

Com Inês Noivo, Rita Souta – Serviço Educativo Castelo de São Jorge

© Castelo de S.Jorge

Lisboa na Rua | Dançar a Cidade – Tango

Uma biblioteca também serve para dançar? E um museu? Já imaginou dançar um tango no Castelo de São Jorge?

O Tango é uma mistura de paixão, sensualidade, amor e saudade. Nascido no Rio de la Plata, entre Buenos Aires e Montevideu, no final do século XIX, este género de dança é resultdado da da imigração e da mistura de diferentes culturas.

Com um ritmo marcado, sincopado e de compasso binário, o Tango é composto por letras carregadas de poesia e sentimento. É uma dança que requer entrega e conexão, podendo ser dançada dos 8 aos 80 anos. Em 2009 foi declarada Património da Humanidade, bailando-se em todo o mundo e aproximando culturas.

Domingo, 5 de setembro
17h30
M/6
Lotação: 30 pessoas

Entrada livre, sujeita à lotação do espaço, com levantamento do bilhete no próprio dia até 15 minutos antes do início do espetáculo. Não há reservas.

Uma iniciativa EGEAC Cultura em Lisboa / Cultura na Rua – Festas de Lisboa e Castelo de São Jorge.

..